Skip Main Navigation

O Velho Testamento: Manual do Aluno

Religião 301 e 302

Provavelmente não erraríamos ao dizer que o Velho Testamento é o livro de escrituras menos lido entre os santos dos últimos dias. Mas os profetas, tanto antigos quanto modernos, salientaram o valor inestimável do Velho Testamento para ajudar os homens a conhecer Deus. Os profetas do Livro de Mórmon, bem como o Salvador, citaram muito o Velho Testamento. O Presidente Boyd K. Packer disse: “No Velho Testamento (…) aprendemos sobre a criação e a queda do homem, a base da investidura do templo. Aprendemos o que é um profeta. Familiarizamo-nos com palavras como obediência, sacrifício, convênio, Aarônico, Melquisedeque e sacerdócio. Toda a base da lei judaico-cristã, e do islamismo também, nos é ensinada. Explica-se o motivo dos dízimos e das ofertas. Lemos profecias sobre a vinda do Messias e sobre a restauração do evangelho. Vemos Elias, o profeta, demonstrar o poder de selamento e ouvimos Malaquias profetizar que Elias será enviado com as chaves da autoridade de selamento. (…) Atualmente quase abandonado pelo mundo cristão, [o Velho Testamento] continua a ser para nós um testamento de Jesus Cristo” (Conference Report, abril de 1990, p. 49; ou Ensign, maio de 1990, pp. 37–38 ). O curso Religião 301 cobre Gênesis-II Samuel, o curso Religião 302 cobre I Reis-Malaquias.

Manual 1 (Gênesis – II Samuel)

Manual 2 (I Reis – Malaquias)

Por que preciso de um manual?

Devido ao tamanho do Velho Testamento, há dois manuais do instituto. Esses manuais vão ajudá-lo a compreender passagens difíceis do Velho Testamento. Incluem mapas, gráficos, calendários e outros auxílios que vão aumentar sua compreensão do Velho Testamento. Há também várias seções de enriquecimento como “Simbolismo e Tipologia no Velho Testamento” e “O Mundo de Isaías”.